sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Sem passos...
Sem laços...
Sem voz...
Sem abraços...

Tudo passa
lentamente...
Notas se arrastam
entorpecentes...
Tudo é silêncio
sonolento, dormente...
Meu coração pulsa
dolorosamente
sem você...

4 comentários:

Zenitilde Neto disse...

Lembrei do filme Copying Beethoven.
Tem uma hora que ele vira para a Anna e diz: Leve, suave e sincero. Você está me copiando!

Eu digo o mesmo com esse poema. :P

Teve um surto de inspiração hein.

Mariana Cavalcanti disse...

Uh.

Jéssica Trabuco disse...

"Tudo passa lentamente... notas se arrastam.."

PER-FE-I-TO!


Aplausos pra ti.. escreves muito bem!

=)

(www.musicapoesiaeblablabla.wordpress.com)

Brunadovinil disse...

"Meu coração pulsa dolorosamente sem você.."

Parece que nesse poema você pegou tudo que eu tô sentindo. E nesse final falou toda a verdade.

Depois do PSS precisamos nos encontrar.

Beijo.